Acabou mais um tabú!

Segundo o Tribunal de Justiça do Rio, cenas como esta que ilustram nossa bancada não vão acontecer mais.

As escolas de samba estão liberadas para usar imagens sacras em seus enredos. Isso nos faz lembrar muito fortemente o enredo dessa foto acima, “Ratos e Urubus, larguem minha fantasia”, de Joãozinho Trinta, que deu o vice-campeonato para a Beija-Flor. Um desfile antológico, que mudou o conceito de desfiles e que foi o estopim dessa polêmica que tem inúmeros casos semelhantes ao longo do tempo.

Concordo com o uso das imagens, mas sou a favor do bom senso também. Acredito que nenhuma agremição iria usar uma imagem sacra para criticar ou para difamar esse ou aquele, mas sim para ajudar a contar o enredo de forma clara. O que aconteceu com a Beija-Flor em 89 pode ter custado o título, colocou uma pá de cal no trabalho intenso de uma escola, que assim como todas as outras na época, não tinham um barracão como temos hoje na Cidade do Samba e por isso, teria um valor muito maior depois de tudo pronto.

Por isso que o bom senso é a chave que abre todas as portas. A Imperatriz esse ano tem um enredo sensacional nas mãos e com certeza irá usar essa chave em seu desfile. O Max Lopes, assim como o meste Joãozinho Trinta, não usam de inspiração para compôr seus enredos. Usam de inspiração divina mesmo.

Hoje, o vídeo é o da Beija-Flor de 89 no desfile das campeãs, no exato momento em que a tão falada imagem de Cristo é descoberta no meio do desfile. Um ato de bravura e a euforia generalizada do povo.

Grande abraço a todos.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: