“Mangueira é nação, é comunidade…”

A final de samba-enredo na verde-e-rosa  foi acirrada. Com direito a torcidas apaixonadas e sambas de altíssima qualidade. Com três concorrentes de grande nível, tudo poderia acontecer.

Nos dias que antecederam o evento o samba 30B, parceria capitaneada pelo compositor Fabio Costa vinha sendo apontado como o grande favorito dos internautas em sites de relacionamento e pesquisas de opinião. Na hora da execução na quadra a história foi outra e o samba 57A, parceria liderada pelo campeoníssimo Hélio Turco conquistou os fãs e incendiou a quadra.

Coube ao presidente Ivo Meirelles e diretoria a enorme responsabilidade de escolher o samba campeão e eles optaram pela composição de Aílton, Cesinha Maluco, Alemão Xavier, Te e Baiano. Sobre a decisão, Ivo Meirelles disse:

Este samba é a reencarnação do Nelson Cavaquinho. É um samba todo em primeira pessoa. Esses compositores entenderam perfeitamente a ideia e nós não tínhamos pedido isso. Esse samba vai trazer o Nelson de volta. (…) Era um samba de pouca torcida e por isso eu me apaixonei. Ele sobrevivia a cada eliminatória.

Chega de papo! Ouça agora o samba escolhido pela Mangueira para o carnaval 2011.

A maratona de finais continua amanhã com a final do Salgueiro.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: