Ilha nos braços do povo

Foto: Ricardo Almeida

Na noite de ontem, um público acanhado esteve da Marquês de Sapucaí para a noite de ensaios técnicos. São Clemente e União da Ilha fizeram seus treinos para pouco mais de 20 mil pessoas, mas eram torcedores fiéis.

A noite foi aberta pela São Clemente, que mostrou algumas melhorias e pioras em relação ao seu primeiro ensaio técnico. A comissão de frente fez uma apresentação descontraída, mas igualmente impactante. A leveza da coreografia mostrou a ginga do carioca e nos deu uma introdução de como o enredo será tratado, falando da cidade do Rio como uma criação divina. O ponto alto foi o uso de bicicletas e uma prancha de Surf. As alas que se seguiram tiveram altos e baixos. Uma mostrando um canto alegre e coreografias inteligentes e outras que só fizeram passar pela avenida. A Fiel Bateria dos Mestres Gil e Caliquinho mostrou mais uma vez um excelente trabalho, apresentando além de sua bossa característica na cabeça do samba, duas paradinhas muito bem executadas. No movimento de entrada dos ritmistas no recuo, abriu-se um buraco não muito grande, mas que fez algumas alas correrem para preencher o lugar vago. Alguns minutos depois o problema foi solucionado, mas no dia do desfile um erro desses custa décimos preciosos.

Foto: Alexandre Vidal

Em seguida, a União da Ilha disse bem alto pra todo mundo ouvir que não há na avenida ninguém mais feliz que eles. O samba de 82 entoado a plenos pulmões pelos componentes e pelo público deu o tom de emoção que marcou a passagem da escola pela pista. Faixas com frases de incentivo e agradecimento estiveram presentes e até o prefeito do Rio se misturou aos ritmistas. Mesmo sem concorrer, a Ilha veio quase completa e fez uma apresentação irrepreensível, com muita empolgação dos desfilantes e sem erros de evolução. Como vocês verão no vídeo um dos destaques do ensaio da tricolor foi a bateria 40 graus do Mestre Riquinho que apresentou novas paradinhas e conduziu o desfile com uma cadência ótima, facilitando o canto e o samba no pé do componente. Destaque também para o já entrosado casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira Ronaldinho e Verônica, que puderam colocar em prática a coreografia que vem ensaiando. Uma apresentação de muita elegância e beleza. O presidente da Ilha, Ney Filardi, que fez um discurso emocionado antes do ensaio acompanhou de perto toda a passagem da escola, dando força aos componentes que responderam ao apoio com aplausos e muita vibração, confirmando que não há fogo que apague a garra e a vontade de vencer da União da Ilha.

Os ensaios seguem na noite de hoje com a Estácio de Sá, a Mocidade Independente e a Estação Primeira de Mangueira.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: