Cubango faz a diferença no Grupo de Acesso

A chuva não perdoou as escolas de samba do Grupo de Acesso, que desfilaram ontem tendo que driblar os problemas que a chuva traz. Na primeira metade dos desfiles Alegria da Zona Sul, Renascer de Jacarepaguá e Unidos do Viradouro tiveram as fantasias com plumas bastante prejudicadas pela água, mas também fizeram uso de outros materiais como o acetato, que dão brilho aos figurinos e dão um bom acabamento.

A Alegria teve muitos problemas em seu desfile. Ficou claro e notório que o incêndio que atingiu parte de seu barracão foi responsável por abalar o moral da escola, que cantou pouco e evoluiu muito friamente. Além disso, a escola estourou o tempo de desfile em 8 minutos, o que pode tornar curta a passagem da escola pelo Grupo A.

Renascer de Jacarepaguá e Unidos do Viradouro também não evoluiram do jeito que se esperava e a chuva acabou revelando que o acabamento das alegorias não era tão bom quanto se esperava.

A Santa Cruz também teve um desfile bastante irregular, com destaque apenas para a empolgação dos seus componentes com o samba-enredo, compensando a falta de riqueza e acabamento das fantasias e carros alegóricos da escola.

A briga pelo título começou mesmo com a Império da Tijuca, a primeira a mostrar um bom desfile. Com um enredo falando sobre o carnaval pelo mundo, a escola, além do canto perfeito, apresentou um excelente grupo na Comissão de Frente, um melhor cuidado com alegorias e fantasias e um samba que finalmente deu certo na avenida, melhorando a comunicação com o público. Dessa forma, a verde-e-branco da Tijuca corre por fora na briga pela vaga no Grupo Especial.

A Inocentes de Belford Roxo conseguiu derrubar de vez o nível da disputa. No enredo em homenagem aos Mamonas Assassinas, a execução do carnaval da escola foi de gosto, no mínimo, duvidoso. Com fastasias pobres, alegorias que não conseguiram reproduzir bem a proposta do enredo e uma evolução bastante fraca, a escola não deve ter grandes pretensões esse ano.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A chuva deu uma trégua e a Acadêmicos do Cubango fez uma entrada grandiosa na avenida. Falando sobre a emoção, a escola lembrou momentos marcantes no cotidiano e nas artes como o cinema, a TV e o Rádio. Com um desfile bastante correto, a escola teve uma evolução empolgante e usou de bastante brilho em todos os setores do enredo e apresentou um bom acabamento de fantasias e alegorias. O público respondeu muito bem ao desfile e se animou muito com a passagem da escola.

A Estácio de Sá apresentou um grande carnaval, mesmo sem muitos recursos. O carnavalesco Marcus Ferreira desenvolveu um desfile que tocou o fundo do coração do Estaciano, que precisava de um bom carnaval para aumentar sua autoestima. As alegorias foram muito bem desenvolvidas, assim como as fantasias. Os componentes cantaram muito durante o desfile, principalmente no ótimo refrão composto para esse ano.

O Império Serrano fez um desfile para se consolidar no Grupo de Acesso. Driblando os problemas financeiros que a escola teve durante o ano, escola não fez um desfile para ganhar, mas sim para inflamar seus componentes, que cantaram com muita garra, sambaram muito, mas vestiram fantasias pobres, que pouco contavam o enredo em homenagem a Vinícius de Moraes. A plástica dos carros alegóricos também acompanhou a mesma linha.

Falando sobre o vidro, a Rocinha desfilou muito bem. Apresentou boas alegorias, misturando coreografias e esculturas diferentes, principalmente no carro da amebas. O bom gosto nas fantasias também foi um destaque positivo na apresentação da Rocinha. A boa performance da Comissão de Frente e do primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira também podem colocar a escola na disputa pelo título.

A ùltima escola da noite foi a Caprichosos de Pilares, que infelizmente, não caprichou. No enredo sobre o subúrbio carioca, os únicos bons destaques ficaram para o jovem intérprete Thiago Britto, que levou muito bem o samba da escola e a bateria, que ousou com várias paradinha; uma delas coreografada. Alegorias fora de contexto e muito mal acabadas acabaram por entristecer o componente, que não evoluiu bem e pode ter resultado negativo na apuração.

A Apuração do Grupo de Acesso será realizada na quarta-feira de cinzas, logo após a apuração do Grupo Especial.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: