Seis sambas em dois dias

O fim de semana começou frio e chuvoso, mas nada que impedisse o samba de cumprir sua missão de animar o povo e esquentar o corpo. Nos últimos dois dias, seis escolas do Grupo Especial escolheram seus sambas-enredo para o carnaval e vamos agora repassar todas as parcerias vencedoras.

A Portela escolheu na última sexta o que pode vir a ser um dos seus melhores sambas dos últimos anos. Maciçamente divulgado pelas redes sociais e ganhando corpo durante a disputa, o samba da parceria de Wanderley Monteiro, Luiz Carlos Máximo, Toninho Nascimento e Naldo se confirmou o grande vencedor em Madureira.

Em São Gonçalo, a Unidos do Porto da Pedra se recuperou do baque de perder seu carnavalesco apresentando oficialmente o grande Jaime Cezario, que foi contratado para concluir o trabalho já iniciado e com certeza, vai dar o seu toque de classe e bom gosto, que lhe é peculiar. Na hora de escolher o hino, a diretoria optou pelo samba de Vadinho, Fernando “Macaco”, Tião Califórnia, Cici Maravilha, Bento, Denil e Oscar Bessa.

Fechando as finais de sexta-feira, a São Clemente realizou uma grande festa para escolher seu samba para o ano que vem. A escola vai iniciar seus ensaios pra valer com um samba que tem toda a irreverência e olho crítico característicos dela. A obra de Ricardo Góes, Grey, Serginho Machado, Marcos Antunes, FM, Guguinha, Vânia e Flavinho Segal é leve e alegre como se espera de um samba da São Clemente.

Ontem foi o dia das finais das possíveis candidatas ao título e algumas surpresas não poderiam faltar.

Na Unidos da Tijuca, o resultado foi surpreendente porque já se espera que a parceria de Julio Alves e Totonho ganhe, como acontece todos os anos. No entender da diretoria da escola, o samba dos compositores Vadinho, Josemar Manfredine, Jorge Callado e Silas Augusto é que melhor homenageia Luiz Gonzaga… e realmente foi o melhor por ter a capacidade de nos transportar diretamente para o Agreste que o Rei do Baião cantou tão lindamente.

Já na Grande Rio, não houve surpresa alguma. Os compositores campeões em 2010, Edispuma, Licinho Jr., Marcelinho Santos e Foca, usaram da força do enredo da escola e conseguiram se superar mais uma vez e fazer um samba que se encaixa perfeitamente no sonho da tricolor de Caxias de ser campeã do carnaval. Peço aos leitores que atentem para os últimos versos antes do refrão principal.

A Vila Isabel amanheceu o dia e ainda não havia escolhido seu samba. A qualidadade das obras deste ano foi tão superior a do ano passado, que provavelmente deu mais trabalho a diretoria para ser votado e escolhido. No final, a união de  figuras das mais talentosas do samba (Arlindo Cruz, André Diniz, Evandro Bocão, Leonel e Artur das Ferragens) rendeu mais um samba à escola de Noel.

De hoje até segunda-feira, mais quatro escolas encerram o calendário de finais de samba-enredo do Grupo Especial. Ainda hoje teremos as finais da Mocidade Independente e da União da Ilha. Amanhã, será a vez da Beija-Flor e da Imperatriz Leopoldinense.

 

Anúncios
  1. #1 por rico em 16 de novembro de 2011 - 20:28

    cade o samba ovicial da beija flor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: