Ensaios Classe A

Mais uma noite espetacular. Fechando o segundo fim de semana de ensaios técnicos na Sapucaí, as quase 20 mil pessoas presentes puderam ver uma escola que chega ao Grupo Especial sabendo exatamente o que fazer para abrir um grande show, outra que estava buscando e encontrando sua identidade e outra que pisou na avenida com um único pensamento: vencer!

A noite de domingo foi aberta pela Renascer de Jacarepaguá, que fará sua estreia no Grupo Especial. Pode-se ver que ela vem grande para abrir os desfiles no domingo de carnaval; e a turma da harmonia da escola merece todos os créditos por conseguir sustentar o canto firme dos componentes por toda a passagem pela pista. Méritos também para Mestre Paulão, que teve problemas para acertar a cadência de acordo com a nova acústica que começa a ganhar forma no Sambódromo e mesmo com esse contratempo, conseguiu apresentar um bom trabalho com uma nova paradinha que vale a pena ouvir. A evolução da Renascer funcionou bem, não abriu buracos e os componentes usaram muito bem os lenços e balões que foram distribuidos para dar maior colorido às coreografias das alas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Mocidade Independente, além de contar com seu novo time de craques arrastou toda sua apaixonada torcida à Marquês de Sapucaí para fazer uma de suas melhores apresentações em ensaios técnicos. A exemplo do que tinha acontecido na noite anterior com a Portela, tanto a torcida quanto a escola cantaram a plenos pulmões o samba que tem em letra e melodia uma das armas para conquistar a simpatia do público e dos jurados. A Mocidade também levou tripés que representaram os carros que irão para a avenida do desfile oficial. O primeiro casal da escola, Robson e Ana Paula, fez excelente apresentação em todas as cabines, o que pode render boas notas para o quesito. O ponto alto do ensaio foi, além da harmonia, o andamento da Bateria, que lembrou os velhos tempos de Mestre André, mas que também apresentou paradinhas novas demonstrando toda a habilidade dos ritmistas de Padre Miguel. A entrada da bateria na pista aconteceu logo depois da passagem do segundo carro, o que provocou um leve atraso no canto dos componentes das últimas alas, mas é coisa que só acontece no ensaio.

A Unidos da Tijuca fechou a noite e mostrou que é capaz de brigar pelo título com a mesma fórmula que vem usando todo ano. As alas estavam bem cheias, tirando qualquer possiblidade de abrir buracos. As coreografias voltadas para o público também são velhas conhecidas e funcionaram muito bem, dando a impressão de que o componente está olhando nos olhos das pessoas, principalmente nas frisas. O canto da escola também está muito bem treinado. Marquinhos e Giovana (até o momento, o único casal que se apresentou com fantasia) empunharam o pavilhão tijucano com a classe de sempre e não falharam em nenhuma cabine de jurados. Mantendo a tendência de se levar um andamento mais lento, a Bateria do Mestre Casagrande mostrou um excelente trabalho, com a paradinha que já se conhece do CD e mais uma, que pode servir como uma carta na manga para o desfile oficial.

A briga está totalmente aberta para o título do Carnaval 2012 e os ensaios seguem neste fim de semana. Inocentes de Belford Roxo e Porto da Pedra no sábado; Santa Cruz, Grande Rio e Vila Isabel no domingo. Transmissão ao vivo pela TV G RIO.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: