Arquivo para categoria Ensaios Técnicos

Mocidade e Ilha brilham no ensaio técnico

O domingo foi de estreia na temporada de ensaios técnicos para o Carnaval 2013. Depois de quase um mês de treinos, finalmente as escolas de samba do Grupo Especial pisaram na avenida. Mocidade Independente de Padre Miguel e União da Ilha do Governador trouxeram consigo o grande público que era esperado desde dezembro na Marquês de Sapucaí e o show foi completo. Com excelente comunicação com as suas torcidas, as escolas da noite fizeram apresentações fantástica com destaque para a agremiação da Zona Oeste.

Com um enredo contestado na época do seu lançamento, a Mocidade Independente de Padre Miguel teve a tarefa de abrir a noite de ensaios técnicos e surpreendeu com uma evolução empolgante e a qualidade no canto dos componentes foi um destaque a parte. Ainda não se tinha ouvido nesta temporada um canto tão forte e com tanta clareza quanto o da Mocidade. Com um contingente quase que completo, a escola passou compacta pela pista, não dando oportunidade para a criação de buracos entre as alas. A Bateria Não Existe Mais Quente dos mestres Bereco e Dudu também teve destaque fazendo paradinhas ousadas e interagindo com o público da Sapucaí. A bela apresentação do primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira Feliciano Jr. e Squel também ajudou para colocar a performance da Mocidade em altíssimo nível. 

mais imagens dos ensaios técnicos em facebook.com/bancadadosamba

A União da Ilha também fez uma boa apresentação, sendo que um pouco mais tímida que a escola anterior. A homenagem prestada ao centenário de nascimento de Vinúcius de Moraes foi mais empolgante pelo resultado que o samba teve na avenida. Os componentes cantaram muito a partir do segundo setor e harmonia fez muito bem em dividir as alas com camisas diferentes, além de usar outros adereços como bexigas e lenços nas cores da escola. Mesmo com esse saldo positivo pôde-se ver integrantes das últimas alas passando sem cantar. Assim como na Mocidade, o primeiro casal de Mestre-Sala e Porta Bandeira foi formado no início da temporada, mas Bira e Cristiane mostraram excelente entrosamento e uma apresentação segura em frente às cabines. Os mestres de Bateria Riquinho e Odilon colocaram em prática na avenida a reformulação pretendida para o segmento, que previa uma valorização maior da cadência, um pouco mais lenta, mas que foi responsável por incendiar as arquibancadas durante sua passagem pela passarela. Outro destaque positivo fica para o presidente da União da Ilha, Ney Filardi, que acompanhou a evolução de seus componentes atentamente; na maioria das vezes de dentro das alas, cumprimentando integrantes da Ala das Baianas e da Velha Guarda.

Anúncios

Deixe um comentário

Viradouro e Império Serrano confirmam favoritismo

Quando foi aberta a temporada de ensaios técnicos para 2013 já se previa que as melhores apresentações das escolas da Série A ficariam para o final. E no último dia de apresentações foi exatamente assim. Viradouro e Império Serrano levaram seus contingentes quase completos para a avenida e fizeram excelentes performances diante de um público muito bom, que se concentrou nos setores de frisas da Marquês de Sapucaí.

A Alegria da Zona Sul abriu a noite de ensaios levando pra pista de desfiles a sua homenagem ao Cordão da Bola Preta. Tendo feito poucos treinos de rua, a escola apresentou um número acanhado de componentes, que deve crescer com os ensaios na orla de Copacabana. As apresentações de quesitos importantes como comissão de frente e o primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira foram apenas burocráticas, o que dificultou a comunicação da escola com o público que começava a chegar na avenida. Deve-se destacar o bom trabalho realizado pela bateria de Mestre Esteves e do carro de som, comandado pelo intérprete Edmilton di Bem.

mais fotos dos ensaios técnicos em facebook.com/bancadadosamba

Na sequência, a Unidos do Viradouro fez uma ótima apresentação, já mostrando como será a homenagem que escola fará à Acadêmicos do Salgueiro. Características importantes da vermelho-e-branco da Tijuca foram vistas na avenida como as alas de passo marcado e minuetos. O canto da escola esteve constate durante toda sua passagem e não apresentou falhas em toda a pista. O grande samba escolhido pela escola também foi um ponto positivo. Com um quarteto de intérpretes oficiais, a Viradouro manteve seus componentes animados durante todo o ensaio. O carnavalesco Max Lopes fará na sexta-feira de carnaval menção ao desfile que fez pela Viradouro em 1992, quando um incêndio destruiu uma de suas alegorias. Para isso, o artista levou ontem para a avenida uma ala de ciganos e ele estava brincando entre os componentes ao lado da carnavalesca Maria Augusta.  Outro bom destaque foi para a apresentação da Bateria de Mestre Pablo, que soube usar muito bem as bossas, principalmente em frente às cabines de jurados.

O Império Serrano encerrou a noite em grande estilo com uma grande apresentação. O trabalho feito pela Harmonia da escola nos ensaios de rua no Parque Madureira foram determinantes para a alta qualidade mostrada pelo componentes no canto e na evolução que crescia conforme a escola entrava pela avenida. O posicionamento da ala de passistas em frente a bateria também foi um grande destaque, com seus componentes dando ao público um excelente show de samba no pé. A cadência mais lenta usada pela Bateria de Mestre Gilmar também foi um ponto positivo do treino. Os ritmistas conseguiram mesclar a cadência com as bossas usadas para a defesa do quesito. A apresentação dos três casais da escola foi bastante valorizada, com destaque para o primeiro casal Alex e Raphaela, que se apresentaram de forma bastante segura para as cabines. Encerrando o ensaio, torcedores da escola tremulavam bandeirões com os rostos de figuras ilustres do Império Serrano, dando desfecho a um ensaio espetacular, que a credencia para a disputa do título da Série A.

Os ensaios técnicos continuam hoje, já com as escolas de samba do Grupo Especial. Mocidade Independente e União da Ilha pisam na Sapucaí a partir das 8 da noite. Ainda pela Série A, a Unidos do Porto da Pedra é a última a ensaiar, abrindo os treinos do dia 19 de janeiro.

1 comentário

Caprichosos, Cubango e Império da Tijuca se destacam na rodada de ensaios técnicos

O segundo dia de desfiles da Série A foi o foco principal do último fim de semana de treinos em 2012. Quatro das cinco escolas que se apresentaram no sábado e no domingo vão desfilar no sábado de carnaval e os ensaios dessas escolas tiveram bastante destaque pela força que mostraram na avenida para um público que aumentou consideravelmente em relação a primeira rodada.

A Caprichosos de Pilares foi a primeira a pisar na avenida no sábado. Foi o reencontro da escola com ensaios técnicos, depois de vencer o carnaval do falecido Grupo B. A Caprichosos mostrou na avenida o que vem fazendo em seus ensaios na quadra e em frente ao seu barracão e o canto forte dos componentes, embalados por um dos melhores sambas-enredo do ano, foi um ponto positivo do ensaio. A comissão de frente veio  com um coreografia ousada, na qual jogava para o alto um de seus bailarinos. O casal de mestre-sala e porta-bandeira Diego e Jackeline se apresentou logo após e mostrou todo entrosamento e delicadeza nos movimentos, na defesa do seu pavilhão.
As bossas da Bateria Venenosa de Pilares do Mestre Alexandre também foi responsável pra injetar mais ânimo nos componentes, que evoluíram muito bem durante toda a passagem da Caprichosos pela avenida.

A Acadêmicos de Santa Cruz fechou o sábado de ensaios, trazendo de volta à Marquês de Sapucaí o lendário intérprete Paulinho Mocidade, que foi o grande destaque da escola em seu treino oficial, dando grande potência e animação ao bom samba escolhido pela escola pro seu carnaval… mas parece que o restante da escola não acompanhou toda a animação do grande cantor e de sua equipe. Antes mesmo de se chegar a linha que marca o meio da passarela, a Santa Cruz cansou.  Segmentos importantes da escola não cantavam mais do mesmo jeito animado do começo do desfile. Muitos deles simplesmente andavam pela avenida. A defesa de quesitos importantes foi a grande preocupação da escola, que mostrou diantes das cabines de jurados apresentações seguras da comissão de frente e do primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira Eduardo Belo e Thaísa Barros.

veja mais fotos dos ensaios em facebook.com/bancadadosamba

A segunda noite de ensaios técnicos foi aberta pela Paraíso do Tuiuti. A escola se manteve bastante animada durante sua passagem pela avenida, mas não conseguiu esconder problemas sérios de harmonia e evolução. A escola cantou muito pouco (o primeiro setor da escola passou mudo pela passarela) e mesmo com os tripés que marcavam os setores do desfile mostrou um conjunto bastante desorganizado, sem uma boa marcação entre as alas. Assim como aconteceu com a Santa Cruz no dia anterior, o foco principal ficou na desefa dos quesitos principais como bateria, comissão de frente e o casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira.

As coisas melhoraram com a chegada da Acadêmicos do Cubango, que antes mesmo do ensaio fez um show com a Bateria de Mestre Jonas, em frente ao setor 3. Muito mais ousada que a escola anterior, a Cubango colocou em prática o que vem fazendo nos ensaios em Niterói e o canto dos componentes foi uma marca da escola, empolgando o público que lotava os setores de frisas na passarela. Além da Bateria e da Harmonia, deve-se dar destaque à apresentação leve e confiante do primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira Marquinhos e Andréa e para o intérprete Marcelo Rodrigues, que junto com seu time de cantores sustentou muito bem o samba e foi um responsáveis pelo tom descontraído da passagem da Cubango pela Sapucaí.

Já debaixo de chuva, o Império da Tijuca encerrou a noite de desfiles com uma apresentação sensacional. Fazendo parte do time dos melhores sambas-enredo do ano, a escola entrou na avenida cantando alto, o que gerou certa surpresa, com o curto tempo que o Império teve para treinar seus componentes, antes de leva-los à Sapucaí. O destaque da noite fica mais uma vez para o trabalho realizado por Mestre Capoeira em sua bateria, que por contra do enredo Afro, levou um naipe considerável de atabaques, posicionados estrategicamente para a bossa do refrão principal. Peixinho e Jaçanã, primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira enfrentaram problemas com a fantasia que usavam, por conta da chuva, mas defenderam muito bem o quesito em frente às cabines de jurados. O conjunto da escola, como um todo, encerrou com grandeza a última noite de ensaios técnicos de 2012.

Os ensaios estarão de volta no dia 5 de janeiro, com os ensaios da Unidos do Viradouro, da Renascer de Jacarepaguá e do Império Serrano.

Deixe um comentário

Rocinha e Estácio ensaiam para público pequeno

A ideia de se marcar os ensaios técnicos da Série A antes do Grupo Especial teve seu primeiro reflexo logo na estreia de ontem. Mesmo com toda a divulgação em todos os veículos de comunicação, Acadêmicos da Rocinha e Estácio de Sá fizeram seus treinos para uma plateia acanhada, que por algumas vezes, olhava para o alto com receio da chuva que se formava no fim da tarde e que foi embora com o passar da noite.

Coube a Rocinha abrir o os trabalhos na Passarela do Samba. A escola começou animada mostrando uma comissão de frente divertida, seguida por uma bela apresentação do casal de mestre-sala e porta-bandeira Diogo e Alessandra, além da alegria contagiante da ala das baianas. Porém, ao longo de sua apresentação foi possível observar algumas falhas no canto e um pouco de desânimo por parte de algumas alas, que evoluíram de forma fria.

mais fotos em facebook.com/bancadadosamba

A Estácio de Sá encerrou a noite e melhorou o nível do espetáculo, com a homenagem que faz ao mestre Rildo Hora. A Bateria de Mestre Chuvisco foi forte e ousada durante sua passagem pela pista de desfile, dosando muito bem o uso das bossas em frente às cabines de julgadores. Impossível não mencionar o trabalho feito por Leandro Santos, que cantou o samba com a garra de sempre e teve o controle absoluto do seu time de cantores na carro de som. Assim como na escola anterior, também se viu falhas no canto, mas o mesmo evoluiu com o desenrolar do ensaio com as alas dos últimos setores cantando bastante o samba. Destaque positivo também para a apresentação do primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira Daniel e Alcione.

A temporada de ensaios técnicos seguem no próximo sábado continua no próximo sábado com as apresentações da Caprichosos de Pilares e da Acadêmicos de Santa Cruz.

Deixe um comentário

Dezembro de ensaios técnicos e aniversário!!!

Flávia Luzardo e Douglas Guedes, novos integrantes da equipe do Bancada do Samba

No dia 29 deste mês Bancada do Samba completa 3 anos no ar. Fazendo publicações quase que diárias, mostrando as principais informações da preparação da escolas de samba para o carnaval, Bancada do Samba está mais presente do que nunca nas redes sociais, com foco no Facebook e no YouTube, além do blog. E a família Bancada do Samba aumenta para levar a você a melhor e mais variada informação da folia durante o ano todo.

Apresento a vocês os meus amigos Flávia Luzardo e Douglas Guedes (foto), que somam forças comigo a partir de agora para a grande cobertura dos ensaios técnicos, que começam hoje na Marquês de Sapucaí e durante a cobertura, além de marcar presença nos grandes eventos, ainda vão trazer pra você tudo o que acontece no carnaval de rua do Rio.

O leitor do Bancada do Samba verá aqui no blog a análise completa de tudo que acontece no Sambódromo e o Facebook receberá uma chuva de fotos com os melhores momentos das escolas em ação no palco maior da folia!

Já está todo mundo sabendo do calendário, mas não custa nada lembrar…

A Acadêmicos da Rocinha terá a honra de abrir os trabalhos no Sambódromo, a partir das 8 da noite. A Estácio de Sá fecha a primeira rodada de ensaios, com início previsto para as 21 horas.

Já no dia 15, ensaiam Caprichosos de Pilares e Acadêmicos de Santa Cruz. Os ensaios de dezembro se encerram no dia 16 com as apresentações do Paraíso do Tuiuti, Acadêmicos do Cubango e Império da Tijuca.

Grande abraço a todos e vamos aos ensaios!
Pedro Muniz, responsável pelo Bancada do Samba

Deixe um comentário

Saudade dos ensaios…

Quando o último componente passou pela linha que demarca o final do desfile no último domingo, confesso, me emocionei. Não pelo desfile em si, que foi ótimo mas muito abaixo do que se espera da escola, mas data importante que aquele 12 de feveiro representava. Chegava ao fim a primeira cobertura deste blog dos ensaios técnicos vivendo toda a emoção de dentro da pista. E foi exatamente como me disseram que seria: espetacular.

A descontração, o brilho nos olhos dos componentes totalmente despidos de fantasias e obrigações com tempo e correria foram o que mais nos marcaram neste mais de um mês de cobertura. Evidente que as favoritas ao título do Grupo Especial e do de Acesso fizeram excelentes trabalhos, botando as alas pra cantar e evoluir e essa animação foi fundamental para a primeira comunicação das escolas com o grande público, que lotou as dependências do Sambódromo em quase todos os dias de ensaios.

Sambódromo este que recebeu os primeiros ensaios muito mal das pernas. Para muitos, os treinos no palco da folia não podiam nem ter acontecido por vários aspectos. Uma pista muito mal asfaltada, com poeira grossa pousando sobre as fantasias dos casais de Mestre-Sala e Porta-Bandeira além da iluminação pavorosa foram uma constante até o último fim de semana, quando finalmente a Passarela do Samba ganhou novas luzes e a pista branquinha, tão tradicional dos desfiles das escolas de samba. Muito bom poder sentir esse clima de novo: avenida iluminada, som a todo vapor, o povo animado.

Como imaginar meus dias sem essa emoção imensa que vivi nos últimos quarenta e poucos dias? Como imaginar que uma pessoa que iria apenas cobrir os ensaios para o seu blog estaria semanas depois participando de uma grande cobertura, feita pela TV G Rio, que colocou câmera e microfones dentro da pista mostrando ao mundo o melhor do samba, que é o sambista… Como prever que um modesto repórter se transformaria em um bom aluno de fotografia, captando grandes lances dos ensaios pelas lentes de uma câmera poderosa, que vocês verão em breve.

Enfim, o melhor do carnaval começou muito antes da festa em si. O que me faz ter mais vontade de brincar nesta festa e mostrar tudo para vocês com muita garra e muito amor.

Agradeço a todos que me fizeram chegar até aqui. Um beijo no coração de todos.

Pedro Muniz, Bancada do Samba!

Deixe um comentário

>>> ENSAIOS TÉCNICOS AO VIVO <<<

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: